Reservas
Escolha uma Região de Vinho

Uma coleção de hotéis vínicos, adegas, vinhas e restaurantes.

Vinho Verde Trás os Montes Porto e Douro Távora e Varosa Bairrada Dão e Lafões Beira Interior Lisboa Tejo Península de Setúbal Alentejo Algarve Madeira Açores
Mostrar Mapa

Trás os Montes

A Região Trás-os-Montes deve o seu nome à localização da região: situa-se para lá da Serras do Marão e Alvão, a norte do Rio Douro e a este do Minho prolongando-se até ao território espanhol.

Já durante a ocupação dos romanos se cultivava a vinha e se produzia vinho na região de Trás-os-Montes.

O clima no verão é seco e quente e no inverno as temperaturas baixam em algumas ocasiões os 0ºC. Os solos são essencialmente graníticos, pobres, com manchas de xisto, existindo numa pequena área manchas calcárias de gneisses e de aluvião.

A região vitivinícola de Trás-os-Montes divide-se em três sub-regiões: Chaves, Valpaços e Planalto Mirandês. A implantação da vinha na sub-região de Chaves fica nas encostas de pequenos vales, onde correm os afluentes do rio Tâmega. O planalto da sub-região de Valpaços é rico em recursos hídricos. O Planalto Mirandês encontra-se no planalto da Serra do Mogadouro, a sudoeste da região.

As castas brancas dominantes são: Côdega do Larinho, Malvasia Fina, Fernão Pires, Gouveio, Rabigato, Síria e Viosinho, e nas tintas Bastardo, Tinta Roriz, Marufo, Touriga Franca, Touriga Nacional e Trincadeira.

Os vinhos brancos são suaves e com aroma floral. Os vinhos tintos são geralmente frutados e levemente adstringentes.



Zonas Turísticas


Trás-os-Montes é a região menos conhecida de Portugal. A sua isolada capital, Bragança, está repleta de associações históricas e situa-se no limite da reserva de Montesinho.

De Bragança a Chaves há uma região espetacular raramente visitada pelos turistas.

Chaves é a capital da região do Alto Tâmega, com cerca de dois mil anos de história. A sua posição estratégica no centro de uma grande bacia, fez dela durante muito tempo uma "chave" do território português. Recomenda-se visitas ao Museu da Região Flaviense, ao Museu Arqueológico, à Ponte Romana e à igreja da Misericórdia.

Bragança, a encantadora vila medieval rodeada de muralhas foi miraculosamente preservada. A cidade velha, contudo é parca em dinamismo, enquanto a parte nova da cidade, atualmente denominada pela catedral futurista (1996), concentra o essencial das atividades, mas é singularmente parca de encanto. Recomenda-se visitas ao Museu do Abade de Baçal, ao Castelo, Museu militar, à Igreja de Santa Maria, ao Domus Municipalis, ao Pelourinho e ao Miradouro de São Bartolomeu.

Miranda do Douro, ergue-se no fundo do grande planalto de Trás-os-Montes, mesmo por cima das gargantas do Douro que fazem fronteira com Espanha. Recomenda-se visita ao Museu da Terra de Miranda. 


TRANSPORTES

Comboio

Estação Vila Real, 65 Km a sul de Chaves, +351 259 322193. Mais informação: www.cp.pt.


Autocarro

Largo da Estação, Chaves, +351 276 332351 / Estação Central, Bragança, Rua da Estação, +351 273 300183.


Automóvel

Chaves: A partir da cidade do Porto, apanhar a A3 /Braga/Valença, faça a ligação à A7 Guimarães/Vila Pouca de Aguiar, faça a ligação à A24 Chaves/Espanha até à saída Chaves. 
A partir da cidade de Lisboa, apanhar a A1 /Porto, convergir com o A41, faça a ligação com a A4, siga pela saída 25A para convergir com a A24 em direcção a Chaves.

Miranda do Douro: A partir da cidade do Porto, apanhar a A3 /Braga/Valença, faça a ligação com a IP4 até Bragança e depois faça a ligação à estrada nacional 218 até Miranda do Douro. 
A partir da cidade de Lisboa, apanhar a A1/Porto até à ligação com a IP3. Prossiga pela IP3 até a ligação com a A24 até Vila Real, logo de seguida tem a ligação com a IP4 e finalmente a estrada nacional 218 até Miranda do Douro.

Montalegre: A partir da cidade do Porto, apanhar a A3/Braga/Valença, siga pela saída 8 para convergir com A7 em direcção a Guimarães Sul/​A11/​Felgueiras/​A24/​Chaves, siga as indicações para A24/​Chaves/​Espanha e vire para A24, Siga pela saída 20 para N103 em direcção a Boticas e faça a ligação para a estrada nacional 103 até Montalegre. 
A partir da cidade de Lisboa, deve seguir pela A1/Porto até à VCI na cidade do Porto, fazendo a ligação à A3/Braga/Valença, siga pela saída 8 para convergir com A7 em direcção a Guimarães Sul/​A11/​Felgueiras/​A24/​Chaves, siga as indicações para A24/​Chaves/​Espanha e vire para A24, Siga pela saída 20 para N103 em direcção a Boticas e faça a ligação para a estrada nacional 103 até Montalegre.

Mais informação:
www.estradasdeportugal.pt.



POSTOS DE TURISMO

Região de Turismo do Alto Tâmega e Barroso, Terreiro de Cavalaria, +351 276 340661 /  Região de Turismo Nordeste Transmontano, Avenida Cidade de Zamora, +351 273 381271 / Parque Natural do Montesinho, Rua Cónego Albano Falcão, +351 273 381234.


Why book with us
Guia Completo de Viagem / Melhores Preços / Melhores Parceiros / Sem Taxas de Reserva / Aconselhamento / Reservas Fáceis, Cómodas e Seguras.