Reservas
Escolha uma Região de Vinho

Uma coleção de hotéis vínicos, adegas, vinhas e restaurantes.

Vinho Verde Trás os Montes Porto e Douro Távora e Varosa Bairrada Dão e Lafões Beira Interior Lisboa Tejo Península de Setúbal Alentejo Algarve Madeira Açores
Mostrar Mapa

Beira Interior

A Denominação de Origem Beira Interior foi criada a 2 de Novembro de 1999, resultado da aglutinação das regiões de Castelo Rodrigo, Cova da Beira e Pinhel, que passaram a sub-regiões desde então.

A região tem um passado histórico vitivinícola que remonta à fundação da nacionalidade portuguesa, está localizada no interior centro de Portugal, tem cerca de 16 000 hectares de vinhas e uma grande variedade de castas.

Na região das Beiras, o início da cultura da vinha remonta à época romana. Existem vestígios de diversos lagares talhados nas rochas graníticas que serviam para produzir vinho.

Devido à qualidade e à importância social e económica dos vinhos das Beiras, implementaram-se algumas medidas para incentivar a protecção destes vinhos, nomeadamente no reinado de D. João I e de D. João III.

Os vinhos são influenciados pela montanha, rodeados pelas serras da Estrela, Marofa e Malcata e pela altitude com variações entre os 400 e os 700 metros. Os solos são de origem granítica na sua maioria, sendo os restantes essencialmente de origem xistosa, fruto do relevo acidentado e montanhoso da região. O clima da região é muito agreste, com temperaturas negativas e por vezes neve no Inverno e Verões muito quentes e secos. Desta combinação de factores resultam vinhos brancos de grande exuberância aromática e muita frescura e, nos tintos, vinhos com aromas complexos a frutos silvestres e especiarias, aliados a uma frescura marcante.

Esta região produz vinhos brancos, tintos, rosados e palhetes, bem como espumantes naturais de qualidade, contribuindo para tal a grande variedade de castas que têm permitido a descoberta constante de novos aromas e sabores.

Nos últimos anos, tem-se dado nesta região uma grande evolução relativa ao aumento do número de produtores e à qualidade dos seus vinhos. A Beira Interior quer afirmar-se como uma região de excelência e qualidade na produção de vinhos e ocupar o seu legítimo lugar juntamente com as grandes regiões vitivinícolas portuguesas.

As castas brancas predominantes são o Arinto, Fonte Cal, Malvasia Fina, Rabo de Ovelha e Síria, enquanto nos tintos prevalecem o Bastardo, Marufo, Rufete, Tinta Roriz e Touriga Nacional, com presença regular de vinhas muito velhas.



Zonas Turísticas


A alguns quilómetros a norte do Tejo, Castelo Branco é a cidade mais importante da Beira Interior. A cidade é rodeada por grandes quintas produtoras de azeite e marca a transição para o norte montanhoso.

Guarda, a cidade mais alta de Portugal, localizada na extremidade oriental da Serra da Estrela em frente a Espanha, foi durante muito tempo a "guardiã” do país. Aqui poderá fazer mais frio e maior humidade do que em qualquer outro lugar de Portugal.

Uma das maiores atrações de Castelo Branco é o extraordinário Jardim Episcopal, ao lado do antigo palácio do Bispo. Recomenda-se também visita ao Museu de Francisco Tavares Proença Júnior e ao Jardim do Paço.

Em Guarda, cidade fundada em 1197 por D. Sancho I, recomenda-se a visita ao Museu da Guarda, à Igreja da Misericórdia e à Igreja de São Vincente.



TRANSPORTES

Comboio

Estação Central, Largo do Rei D. Carlos, Castelo Branco, +351 272 342283 / Estação da Guarda, Largo da Estação, +351 271 211565. Mais informação: www.cp.pt.

Autocarro

Estação Central, Rua António Sérgio, Guarda, +351 271 221754.


Automóvel

Castelo Branco: A partir do Porto, siga pela A1/Lisboa, siga pela saída 11 em direcção a N342/​Lousã/​Soure/​Condeixa, convergir com A13-1, saia para IC8, vire para A23, Siga pela saída 21 em direcção a C.lo Branco, continue pela estrada nacional 3 até Castelo Branco.
A partir de Lisboa, siga pela A1/Porto, siga pela saída para A23em direcção a Abrantes/​C.lo Branco/​T.res Novas, siga pela saída 21 em direcção a C.lo Branco e continue pela estrada nacional 3 até Castelo Branco.

Guarda: A partir do Porto, siga pela A1/Lisboa, siga pela saída 16para convergir com A25 em direcção a Viseu, siga pela saída 29 em direcção a Guarda.
A partir de Lisboa, siga pela A1/Porto, siga pela saída para A23 em direcção a Abrantes/​C.lo Branco/​T.res Novas, siga pela saída 35 para N233 em direcção a Guarda/​Sabugal.

Mais informação: www.estradasdeportugal.pt.



POSTOS DE TURISMO

Posto de Turismo de Castelo Branco, Campo da Pátria, +351 272 330339 / Posto de Turismo de Monsanto, Rua Marquês de Graciosa, +351 277 314642 / Posto de Turismo de Idanha-a-Velha, Rua da Sé, +351 277 914280 / Região de Turismo da Serra da Estrela, Praça Luís de Camões, +351 271 205530. 


Why book with us
Guia Completo de Viagem / Melhores Preços / Melhores Parceiros / Sem Taxas de Reserva / Aconselhamento / Reservas Fáceis, Cómodas e Seguras.
  • Todos os direitos reservados